PLANO DE DESENVOLVIMENTO

O plano de desenvolvimento do Monte do Casarão foi concebido em boa colaboração com avisadores e empresários locais.

As casas têm a vista típica dos montes alentejanos, condizem bem no ambiente e estão equipadas com todos os confortos modernos.

Monte do Casarão é em grande parte auto-suficiente:

  • Tem dois furos (um de 60 e um de 180 metros de profundidade, furado no xisto) que fornecem água suficiente.
  • Gera a electricidade num sistema avançado que consiste de 48 kV de baterias e uma geradora de gasóleo de 50 kV. As baterias fornecem diariamente a electricidade e a geradora carrega as baterias. Quando as baterias não fornecem electricidade suficiente, a geradora automaticamente apoia.
  • A água suja é limpa numa ETAR biológica (estação de tratamento de água) e pode ser descarregada na água de superfície.
  • Na herdade há em infra-estruturas: 2,3 quilómetros de caminho de terra e (por baixo da terra) amplamente 2 quilómetros de cabo eléctrico, tubo de água, esgoto, rede de telefone e dados.

O terreno está plantado com eucaliptos, sobreiros – alguns têm mais de 150 anos de idade – e azinheiros. Em Portugal os sobreiros e os azinheiros estão protegidos por lei.

CONSTRUÇÃO

HOLANDA

  • Conselho Executivo:
    Wynand Riemslag, Nel Schimmer (Almere, Holanda) e Lies Schimmer (Capelle aan den IJssel, Holanda)

PORTUGAL

  • Arquitectos:
    Ana Isabel Cortes (Odemira)
  • Desenvolvimento do projecto:
    Erik Goedhart (Portugal Home: Melides)
  • Acompanhamento de construção:
    Bert Snijder e Saskia Bastings (Alentejo Home, Grândola)
  • Mestre de Obras:
    Manuel Domingos (Vila Nova de Milfontes)
  • Electricidade
    José Manuel Revez (Revez-Solar Ltd.: Beja)
  • Electrodomésticos
    Nobre & Filhos (Vila Nova de Milfontes)
PINTURA

Schilderen in Portugal * Carvalhal

Duas vezes por ano - uma vez na primavera e outra no outono - o Monte do Casarão organiza uma semana de pintura. O curso é para iniciantes e avançados. Você pode pintar ou desenhar usando qualquer técnica e qualquer material que desejar.

Semanas de pintura em 2021:

 

Abril 13 - Abril 20

Outubro 5 - Outubro 12

 

NOTÍCIAS

Encontrará as nossas notícias no arquivo

Subscreva as nossas notícias!

 

SETEMBRO

Setembro. As uvas são colhidas, despojadas de folhas e caules e prensadas. Primeiro o branco (bom para cerca de 36 litros de chardonnay e 46 litros de sauvignon blanc) e duas semanas mais tarde o tinto, bom para cerca de 250 litros de vinho tinto, uma mistura de alicante bouchet, sirah e touriga nacional, vinho típico português.
Tudo está a fermentar agora. Dentro de alguns meses vamos prová-lo. Esperamos que os vinhos sejam tão bons como os do ano passado.

 

 

Start typing and press Enter to search