COLHEITA DE CORTIÇA

Embora o Monte do Casarão anteriormente tenha sido uma plantação de eucalipto, há bastantes sobreiros. Uma vez por dez anos (verifica-se mediante os círculos de anos se os dez anos de facto passaram) a cortiça pode ser tirado do sobreiro.

No Monte do Casarão, o trabalho foi realizado por 7 pessoas: quatro cortadores (o conhecimento é passado de pai ao filho), dois carregadores e um rapaz que pintou os 8-tes (de 2018) nas árvores nuas. A cortiça foi tirada num sábado e na segunda-feira foi tudo juntado em frente do Casarão Velho. Depois da cortiça ter secado por quatro semanas, tudo foi pesado e vendido.

Esta nossa primeira colheita chegou às 124 arrobas (uma arroba é aproximadamente 15 quilos). Porque só foi tirada a cortiça de um terço dos sobreiros podemos esperar fazer uma colheita semelhante em cada três anos.

Uma anedota engraçada é que para poder tirar a cortiça foi necessário fazer um caminho no vale atrás da Casa Boa. A rua foi feita uns dias antes dos cortadores começarem o seu trabalho. Foi um grande choque para nós! De repente havia uma caminho novo. 35 hectares são bastante terreno!

PINTURA

Schilderen in Portugal * Carvalhal

Duas vezes por ano - uma vez na primavera e outra no outono - o Monte do Casarão organiza uma semana de pintura. O curso é para iniciantes e avançados. Você pode pintar ou desenhar usando qualquer técnica e qualquer material que desejar.

Semanas de pintura em 2024:

 

Abril 10 - Abril 17

Outobro 2 - Outubro 9

 

NOTÍCIAS

Encontrará as nossas notícias no arquivo

Subscreva as nossas notícias!

 

FEVEREIRO

Fevereiro: mês do carnaval, das amendoeiras em flor e sobretudo da mimosa. Para onde quer que se olhe, há amarelo e o ar está impregnado do aroma da mimosa. A mimosa é uma exótica invasora, originária da Austrália.
Aqui é considerada uma erva daninha. Como tal, não está à venda. Apenas cresce.

 

 

 

Start typing and press Enter to search

Verified by MonsterInsights